Reunião produtores de caranguejo do Treme é cancelada com ausência do Promotor de Justiça

13/06/2016

Reportagem de

 

Depois que trabalhadores da associação Filé do Mangue estiveram na sede do Ministério Público há alguns dias para relatar que estavam sendo ameaçados por trabalhadores  do mesmo seguimento, porém supostamente clandestinos, uma reunião foi marcada na comunidade do Treme na última sexta feira.

 

Sebastião Brabo é o responsável pela Associação dos Produtores Filé do mangue, ele explica o que teria acontecido no dia em que os funcionários da associação estiveram na sede do MP em Bragança e ainda detalha qual seria o objetivo da reunião.

 

O momento chegou a reunir na praça central da vila muitos trabalhadores, todos queriam uma reposta acerca do trabalho autônomo com o manuseio do caranguejo.

 

No centro comunitário, local marcado para a reunião, estiveram presentes algumas autoridades, como o coronel da polícia militar e o secretário de meio ambiente, mas a ausência da promotoria de justiça, fez com que alguns ânimos ficassem exaltados.

 

Quem estava do lado de fora do centro pedia a presença do promotor. Várias vezes os envolvidos tentaram contato com o Promotor de Justiça, mas somente depois de vários minutos veio a confirmação de que o representante do órgão de fato não viria á reunião, pois estava na Capital do Estado.

 

O secretário de meio ambiente Luis Eustórgio foi quem tentou repassar a notícia aos trabalhadores, mas não foi bem recebido.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes