Professores procuram pela segunda vez o MP sobre atraso de salários

20/07/2016

Reportagem de

 

Os profissionais da educação do município de Bragança, nordeste do Pará, amanheceram em frente ao prédio do Ministério Publico nesta quarta-feira, 20, em mais uma tentativa de buscar respostas sobre o atraso do salário da folha da educação.

 

O pagamento referente ao mês de junho ainda não foi repassado e desde então os profissionais procuram apoiam dos órgãos fiscalizadores em busca de respostas.

 

O grupo manifestante foi recebido pelo promotor de Justiça Daniel Barros, que recebeu na semana passada denuncia de possível desvio de verba do FUNDEB.

 

Para o promotor, a prefeitura se comprometeu em fazer o pagamento. Ele disse ainda que as investigações continuam e existe uma equipe técnica apurando o caso.

 

Sessenta por cento é referente aos efetivos e 40%  referentes aos contratados e outros setores da educação. Enquanto ao salário das férias, ainda não nenhum posicionamento.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes