Adolescentes denunciam guardas municipais por agressões físicas e verbais

10/11/2016

Reportagem de

 

Os adolescentes fazem parte de um grupo de ciclistas do município, que semanalmente sai as ruas e pontos turísticos da cidade à passeio.

 

Este adolescente de 17 anos, em entrevista à nossa reportagem, deu detalhes das ações supostamente praticadas pelos guardas.

 

Após as supostas agressões, os adolescentes acompanhados de seus responsáveis, ainda na noite da última terça feira foram à delegacia do município registrar um boletim de ocorrência.

Esta senhora é mãe de um dos adolescentes que relatou a agressão,  dona Maria, lamentou o fato e afirmou que quer justiça para o caso.

 

De acordo com informações dos jovens, além das agressões físicas, seis bicicletas foram danificadas pelos guardas municipais, todas tiveram pneus e câmaras cortadas, além de outras partes destruídas.

 

O caso foi registrado na delegacia de polícia civil do município de Bragança, as bicicletas foram encaminhadas ao IML para realização de perícia, os adolescentes que relataram a agressão deverão ser submetidos à exames de corpo e delito, o fato será investido pela justiça.

 

A nossa equipe de reportagens entrou em contato com o comando da guarda municipal de Bragança, no entanto fomos informados de que até a manhã desta quinta feira uma nota de comunicado  seria emitida à imprensa.

 

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA GUARDA MUNICIPAL

 

Aguarda Civil Municipal de Bragança, vem a público esclarecer a ocorrência registrada envolvendo a equipe de plantão responsável pelo monitoramento do Mirante de São Benedito na data de 08 de novembro de 2016, relacionada a forma de abordagem em um grupo de jovens que naquele logradouro se encontravam no horário noturno, fora do período de visitação.

Quanto ao fato, contextualizamos alguns esclarecimentos necessários e de forma sucinta relatamos as informações prestadas a este Comando pela equipe que participou da abordagem:

1-Inicialmente gostaríamos de destacar que é notório que o Mirante de São Benedito, em razão da distância da sede do município, da constante presença de meliantes e da falta de segurança pública ostensiva, apresenta um alto grau de risco para os cidadãos que visitam aquele logradouro, razão pela qual a Guarda Municipal, embora não disponha de armamento, realiza rondas no local, em especial no período noturno, a fim de cumprir seu papel institucional de preservar o patrimônio público municipal e tentar salvaguardar a integridade física de qualquer cidadão que lá permaneça após o horário destinado à visitação;

2- Conforme relatado pela guarnição de serviço destacada para a ronda no Mirante de São Benedito, na data de 08/11/2016, como de praxe a viatura circulava nos arredores do logradouro por volta das 22:30 horas e se depararam com um grupo de mais ou menos 15 (quinze) jovens, que de  bicicletas subiam e desciam a rampa do mirante  de forma imprudente e perigosa, considerando que portavam um ferro que ao manter contato com o piso emitia faíscas e danificavam o mesmo.

3-Naquele momento ocorreu a primeira abordagem, tendo a Guarnição de Serviço da Guarda solicitado de forma cortês, que os jovens parassem com a ação que causava dano ao piso do patrimônio público e se retirassem do local, já que a permanência dos mesmos  fora do horário de visitação representava risco para suas próprias vidas, , nessa ocasião alguns jovens de pronto atenderam a solicitação e outros demonstraram insatisfação com a orientação, mas se retiraram posteriormente.

4 – Na sequência, segundo relato da Guarnição, a mesma prosseguiu na ronda por algum tempo, e, posteriormente iniciaram o retorno para a sede, quando no caminho avistaram o mesmo grupo de jovens que ao verem a viatura xingaram a Guarda Civil Municipal com palavras de baixo calão, naquela ocasião a Guarnição reduziu a velocidade da viatura indicando que fariam nova abordagem, ao estacionar o carro,  02(dois) jovens fugiram em direção ao mato e os demais informaram que eles estavam portando facas.

5 – A atitude de debandada e abandono de suas bicicletas, aliado ao comportamento agressivo dos jovens, levantou suspeitas de que os mesmos fugiam da abordagem .

6 - A Guarda Civil Municipal de Bragança, diante do ocorrido ira apurar os fatos e responsabilidade que possam eventualmente ter violado o dever   funcional dos servidores envolvidos.

 Colocamo-nos a disposição de qualquer autoridade para maiores esclarecimentos em relação ao fato, reforçando que a Guarda Civil Municipal respeita os princípios morais, éticos que devem permear a prestação de serviço público.

 

Por: Comando da Guarda Civil Municipal

GM Inspetora GILCELE MELO RODRIGUES

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes