Mulher é encontrada morta em Augusto Corrêa

11/01/2017

Reportagem de

 

O corpo de Rosa Gracinete Costa da Silva, de 35 anos de idade, foi encontrado por populares em um córrego há 500 metros da margem da BR 308.

 

No local do crime a polícia procura por provas para desvendar o mistério. Quem teria asfixiado com um cadarço de um sapato e espancado até a morte a dona de casa e mãe de dois filhos?

 

 

O corpo foi removido e levado para Castanhal para passar por perícia. De acordo com a polícia o principal suspeito de cometer o crime é Denilson Alves, ex-marido de Rosa. Detido e por motivo de segurança, ele foi levado para a delegacia de Bragança, cidade vizinha. Segundo informações, o suspeito não aceitava a separação com a ex-mulher e por isso fazia ameaças. Segundo a enteada, o padrasto era violento. Versão que o irmão do suspeito nega.

 

Alguns parentes da vítima não sabiam de brigas ou agressões que envolvesse o casal. Se mantinham distante da relação.

 

Na tarde desta terça-feira, 10, na delegacia Augusto Corrêa, os investigadores passaram o dia inteiro colhendo depoimentos de parentes e testemunhas. A polícia tem 30 dias para apurar o caso.

 

Enquanto isso não acontece o que fica para os parentes da vitima é o sentimento de dor e revolta. 

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes