Atividades radicais foram apostas do retiro de carnaval para atrair jovens

01/03/2017

Reportagem de

 

Alongar é preciso! O exercício é fundamental para o que irá por vir. Depois disso, agora é hora de se preparar para quase 3 km de muitos obstáculos mato adentro do Centro Guadalupe, em Bragança do Pará.

 

Depois de literalmente se jogar na lama. Os jovens tiveram que passar por essas cordas. Haja equilíbrio e coragem. E coragem é o que eles tem de sobra.

 

Até ai tudo bem, agora imagina ter que enfrentar esta espécie de tobogã improvisado com os olhos vendados... É isso mesmo. Com ajuda de dois auxiliares, os jovens escorregam em mais de 6 metros por esta lona até chegar em uma poça d’água.

 

Após o corpo sujo de lama e ânimo a flor da pelo. Os jovens tem uma parada obrigatória. O momento de oração e espiritualidade é fundamental no circuito do Acampamento Alegrai-vos no Senhor. É como se fosse um momento para lavar a alma depois de tanta sujeira que se adquire ao longo do caminho.

 

 

A maratona não termina por ai.

 

Entre corredores apertados pela vegetação, os jovens caminham enfrentando as adversidades naturais.

 

Nada melhor do que um rio no meio do caminho para tirar aquela lama.

 

Assim foi o Acans 2017, o retiro de carnaval da igreja Católica que está em sua 4ª edição. O encontro levou mais de 200 jovens a uma experiência de confraternização e recriação durante 4 dias de evangelização, iniciado no dia 26.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes