Homem que se apresenta como pastor é acusado por vítimas por estelionato

09/03/2017

Reportagem de

 

O homem que se diz pastor se chama Yure Richard Sousa de Aviz. Ele faz parte da congregação Explosão de Glórias, no bairro do Padre Luiz, município de Bragança.

 

Desde quando começou a ministrar na igreja, tem atraído grande público pela forma de falar. Para estas pessoas ele estava longe de cometer qualquer mal, pois sempre se mostrou prestativo. O público preferido dele era de pessoas de baixa renda.

 

Dezenas de fiéis se dizem enganados por ele. Muitos deles pessoas idosas. Por causa disso, o medo imperou, e somente 6 tiveram a coragem de procurar a polícia e fazer um boletim de ocorrência. Eles preferiram preservar suas imagens.

 

Cada pessoa tem uma história diferente com o pastor, mas todas foram vítimas de um golpe.

 

Esta mulher que não quis se identificar havia recebido a tarefa de trazer mais pessoas ao pastor. Pois achava que estava fazendo o correto. Para isso, ela teria uma percentagem por cada pessoa conquistada.

 

A mulher é casada com um outro pastor. O marido que já tem longa experiência com o rebanho, também foi vítima.

 

A quantia desejada pelo então pastor Richard era estimada em 600 reais. Com este recurso ele daria celeridade nos processos que contemplariam as vítimas a benefícios sociais.

As vítimas conseguiam o que não tinham, na esperança se serem beneficiadas posteriormente.

 

Este homem chegou a ceder uma casa para Richard morar. E como se não bastasse, ainda teve que emprestar dinheiro.

 

Richard soube que este outro homem tinha uma verba a receber de herança do pai falecido. Com a promessa de ser rápido nos processos ofereceu ajuda, mas em contrapartida tinha que receber R$ 1.000,00.

 

Todos os recursos repassados ao pastor, incluindo documentos pessoais da vítima, não voltaram aos seus donos.

 

 

Depois que procuram a delegacia para prestar ocorrência, a polícia militar foi a casa aonde o pastor estaria morando, há alguns metros da igreja aonde congrega, para ser convidado a esclarecer os fatos, mas não foi encontrado.

 

O caso está sendo investigado pela Policia Civil de Bragança.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes