Moradores denunciam precariedade nos acessos ao conjunto João Mota

16/03/2017

Reportagem de

 

Moradores denunciam precariedade nas ruas que dão acesso ao Residencial Minha casa,minha vida, em Bragança.

 

Para chegar ao residencial, os moradores contam com acessos localizados em três bairros; pelo bairro do Taíra, a rua do trilho como é conhecida, já foi alvo de muitas manifestações por conta da má estrutura, os buracos se multiplicam em toda a via, problema que traz como conseqüência, um alto índice de assaltos na área.

 

Por outro acesso, no bairro da Vila Sinhá, as ruas, projetada IV e V, estão na mesma situação. Todo o aterro que foi colocado nas vias, virou lama, em dias chuvosos, trafegar pelo local é tarefa complicada.

 

Para passar pelas vias e tentar chegar ao conjunto, os condutores de veículos precisam de atenção, coragem e muita paciência.

 

Com os muitos buracos nas vias de acesso, os motoristas reclamam dos transtornos e prejuízos materiais.

 

Indo pelo bairro  Perpétuo Socorro, o morador tinha uma outra opção de acesso, uma rua aberta dentro da área do aeroporto municipal, por muito tempo, as pessoas trafegavam pela área, mas nos últimos dias, a prefeitura de Bragança resolveu bloquear a via, colocando várias carradas de aterro no meio da rua.

Quem não sabia da interdição teve que voltar.

 

Na tarde da última quarta-feira, a nossa equipe de reportagens buscou respostas para os problemas, tentamos contato com o secretário de infraestrutura do município, mas até o fechamento desta matéria não conseguimos localizá-lo.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes