21 de março - Dia Internacional da Síndrome de Down

21/03/2017

Reportagem de

 

Luana tem 27 anos e há três, frequenta a APAE Bragança, na instituição ela aprendeu a desenvolver atividades que incentivam a sua autonomia.

 

Sob os cuidados dos professores e com a ajuda da família, Luana hoje tornou-se mais independente.

 

Entre as coisas que a jovem mais gosta de fazer, ela revela que dançar é o que lhe faz bem.

 

Ter síndrome de Down, não é ter uma doença, pelo contrário, toda pessoa que possui o cromossomo do amor tem a mesma capacidade de desenvolver qualquer atividade, basta o estímulo, o cuidado e atenção necessária, como é o caso de Luana, é ela quem pinta as próprias unhas e ainda faz a sua maquiagem.

 

Trissomia do 21 ou também conhecida como cromossomo do amor, a síndrome de Down é uma alteração genética como explica a professora Clívia Gonçalves.

 

Chamar a atenção para o dia 21 de março, é alertar as pessoas pouco informadas sobre as capacidades das pessoas com a síndrome. Elas possuem tantas outras características quanto os demais seres humanos, ou seja, um cromossomo a mais, não as define. Já afirma o movimento Down na internet: "cada pessoa com a síndrome tem gostos específicos, personalidade própria e individual, habilidades e vocações distintas entre si, portanto dever ser evitados os 'rótulos' provocados por  algumas expressões... Em respeito à individualidade de qualquer ser humano."

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes