Setores em Bragança aderem à greve geral

28/04/2017

Reportagem de

 

Apenas uma agência bancária cedeu a greve no município de Bragança. No Branco do Brasil só funcionou caixas eletrônicos.

 

A maior parte dos departamentos da prefeitura de Bragança funcionou. Na saúde, apenas setores administrativos prestaram serviços à comunidade.

 

Funcionário do Fórum de Bragança cruzaram os braços contra as Reformas do governo Temer.

 

Sindicatos da Educação, Correios e da Saúde, também se mobilizaram contra as reformas.

 

Protestos pelas ruas podem acontecer até o final da tarde pelas ruas do município, reunindo trabalhadores.

 

Os protestos fazem parte da greve geral convocada para esta sexta-feira contra as reformas trabalhista e da Previdência, que estão em tramitação no Congresso. Segundo as centrais sindicais, funcionários dos transportes públicos, portuários, aeroviários, professores, petroleiros, metalúrgicos e bancários, entre outros, decidiram aderir ao movimento.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes