Por falta de apoio atletas pedem em semáforos de Bragança

28/09/2017

Reportagem de

 

Nos últimos anos Bragança tem se tornado um verdadeiro celeiro de atletas no cenário das artes marciais, no entanto, por trás de todas as conquistas e títulos já alcançados pelos esportistas, está a falta de investimento do poder público que dificulta o avanço e a trajetória dos atletas.

 

Por causa da falta de recurso, muitos jovens são motivados à irem para os semáforos, atrás de incentivo para conseguirem chegar às tantas competições importantes. Na tarde desta quarta-feira, 27, nossa reportagem flagrou dezenas de atletas nas faixas de pedestres, abordando os condutores para pedir ajuda.

 

A cada momento que o sinal ficava vermelho, era a chance de tentar arrecadar qualquer valor, doado pelos motoristas.

Os atletas de Judô buscam recursos para participarem do Gran Pix, campeonato que acontece nessa sexta-feira, 29, na cidade de Parauapebas.

 

Gilvan Sagat e Kelson Barbosa são destaques, os dois, respectivamente foram campeão e vice no mundial de Kick Boxing, que aconteceu ano passado na cidade de Carrara na Itália, em 2017 os atletas vão em busca do Bicampeonato, mas para isso também precisam de ajuda.

 

Segundo informações dos próprios atletas, a única ajuda financeira que recebem, muita das vezes vem da própria família e de alguns amigos que os apoiam no esporte.

 

Célia Oliveira é mãe de atleta e ressalta a importância da presença da família na construção do sonho dos jovens esportistas.

 

Enquanto ainda faltam alguns dias para as competições, os jovens atletas continuarão nos semáforos tentando arrecadar recursos, mas se você de casa quiser ajuda-los com qualquer valor, pode entrar em contato pelos fones que aparecem na tela, qualquer importância será bem-vinda e ajudará a construir a ponte para a realização do sonho dos já vencedores esportistas.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes