Mercado Municipal do Morro tem estrutura abalada e sujeita a desabamento

13/10/2017

Reportagem de

 

Quem olha de frente não consegue imaginar a real dimensão do problema estrutural do mercador municipal do bairro do Morro, em Bragança.

 

 

É só entrar para ver de perto o perigo que corre os mais de 80 comerciantes que trabalham diariamente no mercado.

 

 

Parte do chão cedeu em mais de 3 cm. A parede desta sala está praticamente rachada de uma lado ao outro. O forro tem ação de cupins. Uma porta não abre mais, pois está emperrada. Isso parece pequeno diante do problema que está atrás do prédio.

 

Uma moradora procurou nossa equipe de reportagem para denunciar que seu quintal estava sendo afetado pela água que jorra incessantemente do mercado.

 

 

A água escorre o tempo inteiro por baixo dos escombros. Parte da estrutura do prédio já desabou e outra parte está cedendo cada vez mais. As imagens capturadas pela equipe de reportagem são assustadoras.

 

 

Também tivermos acesso pelo quintal da casa de um vizinho. E é daí que se observa a gravidade do problema.

 

Uma coluna do muro de contenção já veio ao chão, e se nada for feito de forma emergencial, o prejuízo será maior, colocando em risco a vida de pessoas.

 

O prédio foi inaugurado em junho 2008. Atualmente sofre com a falta de manutenção. Iluminação só através do improviso dos comerciantes.

 

No lado de fora, o que também tem incomodado a vizinhança é o mau cheiro proveniente do lixo depositado no local.

 

Nossa equipe procurou a prefeitura, mas não encontrou ninguém autorizado a falar da situação. Há rumores de que existe um planejamento emergencial para recuperação do mercado do morro.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes