Comerciantes ambulantes protestam contra trabalho de fiscais e exigem local digno

19/10/2017

Reportagem de

 

De um lado comerciantes ambulantes que exigem um local de trabalho digno, do outro, fiscais da prefeitura que cumprem ordem para organizar a feira. Não deu em outra, muita confusão no comercio de Bragança na manhã desta quinta-feira, 19.

 

Revoltados com os trabalhos que vem sendo executados pelos ficais, os comerciantes protestaram bloqueando vias principais do comércio.

 

Os comerciantes foram retirados de locais inadequados da feira, segundo o fiscal Geral Manoel Braz. Ele afirma que está cumprindo ordens e que há diálogo nas intervenções.

 

Em contrapartida, os comerciantes alegam que há abuso de autoridade do fiscal encarregado.

Para Wellington Mendes, representante dos ambulantes, o governo não cumpre com prometido de oferecer um local adequado para seus trabalhos.

 

Ânimos alterados e acusações sérias. O fiscal chega discutir com um vereador através de uma ligação.

 

Em boa parte das discussões o fiscal perde o controle da situação.

 

Não demorou muito, diversos vereadores, chegaram a feira em meio à confusão. Os legislativos interromperam a sessão ordinária para negociar com fiscais e ambulantes.

 

Depois de muitos altos e baixos, o vereador, filho do prefeito, o Charlão, conseguiu uma ligação com o chefe do executivo que está em viagem a Brasília. O prefeito, pelo o que deu pra entender, pediu para suspender a operação que deveria organizar a feira, autorizada por ele. Com isso, os ambulantes voltarão a trabalhar até que legislativo e executivo elaborem planos de educação e viabilizem um local adequado para os comerciantes trabalharem com dignidade. Com isso, cessou a confusão e as vias foram desbloqueadas.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes