Em meio a greve, educadores continuam em protestos

03/11/2017

Reportagem de

 

Com os descontos efetivados nos extratos bancários dos educadores, o SINTEPP deflagrou greve na rede de educação municipal, desde então os manifestos não param contra a gestão do prefeito Raimundo Oliveira.

 

Na tarde da última quarta-feira, 01, os servidores foram para frente da prefeitura do município, pressionar o chefe da casa a voltar atrás na decisão tomada no início da semana, de cortar as horas atividades dos professores municipais, no entanto, foram impedidos de entrar no prédio público, a ordem segundo informações, era manter a porta fechada e evitar a entrada dos servidores.

 

Do lado de fora, inconformados, os trabalhadores da educação aguardavam uma suposta reunião entre prefeito e vereadores, o encontro seria para discutir a situação dos servidores e tentar uma possível negociação, por conta disso os educadores permaneceram por horas no meio da rua.

 

Horácio foi apenas um dos vários servidores indignados ao olhar o saldo na conta bancária, o valor mínimo revoltou a classe dos trabalhadores, que pedem inclusive o afastamento de Raimundo Oliveira e ainda do secretário de educação Luís Augusto.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes