Defeso do caranguejo-uçá entra em segunda etapa do primeiro período

17/01/2018

Reportagem de

 

Quem foi a feira na manhã desta quarta-feira, 17, deve ter se perguntando o porquê o caranguejo-uçá está sendo comercializado em pleno defeso. A resposta se embasa em uma declaração. O documento permite a venda a partir de estoque aos comerciantes.

 

Sabendo desta lei, Salatiel Rodrigues e Elson Cardoso procuraram o ICMBio e emitiram a declaração que regulariza suas vendas.

 

Com os documentos em mãos, os dois trabalham tranquilamente na comercialização do crustáceo.

 

O documento permite a comercialização por estoque até sexta, 19, três dias depois do início da segunda estapa do primeiro período do defeso.

 

Apesar de muitos comerciantes estarem entrando no eixo da lei, muita gente prefere cometer irregularidades. Só no primeiro ciclo deste ano, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), apreendeu mil unidades de caranguejo que estavam sendo comercializadas ilegalmente, além de uma caminhonete.

 

A Semma de Bragança intensificará os trabalhos para os próximos dias, é o que afirma o fiscal do órgão José Wilkens.

 

Ele fala da importância de se ter a declaração e orienta como fazer para tê-la.

 

Ele esclarece que em muitos casos terceiros vendem os produtos de empresários regulares, mas cabe a quem comercializa ter uma cópia da declaração.

 

Em 2017, a Semma apreendeu 15 mil unidades de crustáceos em apenas uma operação, um das maiores registradas no município.

 

O órgão pretende abranger as ações e intensificar os trabalhos com municípios vizinhos para evitar a fuga de irregulares que usam rotas fora do limite do órgão de Bragança.

 

O segunda etapa do primeiro período de defeso começa nesta quarta-feira, 17, até o dia 22 de janeiro. Neste período é proibida a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização da espécie, conforme instrução Normativa Interministerial nº 6 de 2017.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes