Mais de 8 mil unidades de caranguejo-uçá foram apreendidas no segundo período do defeso

23/02/2018

Reportagem de

 

O segundo período do defeso do caranguejo-uçá ocorreu entre os dias 16 e 21 de fevereiro. As operações de fiscalização aconteceram nas comunidades do município de Bragança e muitas ocorrências foram registradas.

 

 

Segundo a secretaria municipal de Meio Ambiente, mais de 8 mil unidades de crustáceos foram apreendidas no período de defeso contrariando a Instrução Normativa Interministerial nº 6, de 16 de janeiro de 2017, que proíbe a captura, o transporte, a industrialização, o beneficiamento e a comercialização do caranguejo-uçá.

 

Segundo Wilkens de Andrade, fiscal ambiental da SEMMA, a lei é clara para quem desobedece a normativa, que varia de multa a prisão, e para quem recebe benefício do governo, pode perder também o benefício.

 

Uma dessas operações, segundo Wilkens, um carro suspeito chegou a fugir ao observar a viatura da SEMMA.

 

Wilkens também esclarece que o trabalho não se trata de perseguição aos catadores, mas de cumprimento de dever.

 

Todos os caranguejos apreendidos foram devolvidos ao mangue.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes