Famílias estão sem água na Vila Sinhá após desligamento de energia elétrica da caixa

13/03/2018

Reportagem de

Em mais de 30 dias a rotina da comunidade de São João Batista, no bairro da Vila Sinhá, é buscar água em vasilhames em casas de vizinhos ou no conjunto João Alves da Mota.

 

É que a única caixa d’água que abastece a comunidade está sem funcionar por falta de energia elétrica.

 

Mais de 100 casas dependem da distribuição de água. A manutenção é feita pelos próprios moradores, que através de coleta contribuem com R$ 20,00.

 

Quando todos pagam a arrecadação é de R$ 2.000,00, valor suficiente para pagar as taxas de energia elétrica que giram em torno de R$ 700,00.

 

O problema é que o administrador deixou as contas se atrasarem, e os moradores agora estão sem água. O pior de tudo é que ninguém sabe do paradeiro do responsável.

 

Desde quando foi instalada a caixa na comunidade há 19 anos é a primeira vez que os moradores enfrentam este problema.

Benedito Marques foi o primeiro administrator. Durante sua passagem na administração nunca deixou a situação chegar a este ponto.

 

O que os moradores querem é que a solução venha rápido, e que o responsável apareça.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes