Audiência Pública acolhe denúncias de nomes irregulares para o conjunto Antônio Barros

14/03/2018

Reportagem de

 

Trezes dos 17 vereadores participaram da audiência pública sobre o residencial Antônio Barros, no bairro Jiquirí, em Bragança, ocorrida na manhã desta quarta-feira, 14.

 

A reunião foi um requerimento do vereador Rivaldo Miranda, aprovado pela casa, para discutir sobre a lista de beneficiários do programa Minha Casa Minha Vida que está sendo construído no município.

 

De acordo com denúncias apresentadas ao vereador, algumas pessoas cujo nome consta na lista, não merecem ganhar o imóvel, estão em situações irregulares.

 

A audiência serviria para formalizar as denúncias, escutar testemunhas, autoridades, apresentar provas, emitir encaminhamentos para investigar os casos, e por fim, se chegar a uma solução.

 

Entre as autoridades que foram convocadas e que seriam peças importantes na audiência pública, a Caixa Econômica, as construtoras e Ministério Público não estiveram presentes na reunião.

 

Além dos órgãos, o prefeito Raimundo de Oliveira e a secretária municipal de Trabalho e Promoção Social Eliena Ramalho não estiveram presentes, mas mandaram seus representantes.

 

Gleydison Veras coordena um grupo de operação contra a corrupção, o GOCC, acredita que a audiência é o melhor caminho contra as irregularidades.

 

O vereador Sharles William disse que o que está acontecendo na casa demonstra a transparência de lutar pelo povo, embora alguns convidados não tenham comparecido.

 

Natália Alvão, que coordenação o programa de habitação do município afirma que vai estudar cada caso e tomar as devidas providência.

 

Ela ainda firma que uma nova lista, compondo de novos nomes, será publicada nos próximos dias.

 

Rivaldo Miranda, autor do pedido de Audiência, disse que tudo será feito para investigar se há irregularidade no processo.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes