Estudantes e pais se manifestam contra a falta de transporte escolar em Audiência Pública

16/03/2018

Reportagem de

 

Já era de se esperar que a comunidade escolar rural estaria presente em peso na audiência pública ocorrida na manhã desta sexta-feira, 16, na Câmara de Vereadores de Bragança.

 

Mesmo aprovada contra a vontade da maioria dos vereadores, a audiência pública de autoria do vereador Rivaldo Miranda foi fundamental para ouvir os prejudicados e entender a realidade de cada família e estudante.

 

O precário serviço que é servido na região, o sucateamento do transporte, o atendimento aos alunos, as condições desumanas de compartilhamento de espaço com mercadorias e cobranças de taxas, despertaram a insatisfação de todos.

 

Uma estudante chegou a relatar que ela e outros colegas foram ’trocados por lixo’.

 

O clamor pela melhora nos serviços era linguagem comum que refletiu sobre qualidade do ensino. Uma outra estudante lembrou o quanto é importante investir em educação e que os responsáveis por mantê-la, devem cumprir o seu papel.

 

Até um pastor pediu que as autoridades se colocassem no lugar dos outros e que a luta pela educação de qualidade devia ser uma causa de todos.

 

A audiência aconteceu a pedido do Conselho Tutelar de Bragança, que vem recebendo inúmeras denuncias sobre a falta de transporte no interior.

 

A 1ª Unidade Regional de Educação foi representada por sua diretora, Ane Assunção.

 

Do Estado vieram representantes da Secretaria de Estado de Educação, dos setores do transporte e logística, que se comprometeram em sanar os problemas, como foi o caso de Radmila Castelo.

 

A maioria dos vereadores estive presente na sessão especial. O Ministério Público foi convidado, porém não houve representante.

 

Outras denúncias como falta de merenda escolar foram citadas na reunião e serão fiscalizadas as situações que são realidade de algumas escolas. Para o representante da Seduc, os repasses para a merenda escolar acontece a cada início de ano para às prefeituras e que fará o levantamento desta falta na escola citada.

 

Após a aprovação para a Audiência Pública na semana passada, vereadores e poder executivo de Bragança procuraram o governo do Estado. Por conta disso, desde segunda desta semana o transporte normalizou nas comunidades.

 

A Audiência tem o objetivo de evitar que problemas relacionados aos transportes voltem a acontecer e que haja termo de responsabilidade e compromisso de cada órgão competente. E mais, que a educação seja garantida por direito a todos que estudam em comunidades rurais da região.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes