Greve dos caminhoneiros muda rotina de bragantinos

29/05/2018

 

A rotina da cidade mudou. A grave dos caminhoneiros praticamente mudou o ambiente de Bragança. A cidade modificou os hábitos e até a atitude das pessoas. Com o aspecto de que apoiam a greve parece que as pessoas ficaram mais humanas e mais pacientes apesar de que entre os moto taxistas, por exemplo, a opinião é  unânime de que a paralisação trouxe prejuízos 

Para abastecer ele afirma que estão trabalhando no limite com o combustível que compraram para estocar antes da greve.

Mesmo com a queda do movimento eles são conscientes de que devem apoiar a greve

No entanto o moto taxista  garante que o frete não sofreu alteração
 

Motoristas com carros na reserva se postaram em filas a espera de combustível. Neste outro posto no centro da cidade a fila deu volta no quarteirão somente pela informação de que chegaria combustível durante a tarde desta segunda-feira, fato que não aconteceu. Com a informação o ciclista saiu a procura do combustível de bicicleta e com um vasilhame na cestinha. Na fila os motoristas só reclamavam da falta de uma informação concreta.

Durante a tarde se via ruas inteiras praticamente desertas. No porto de Bragança muitas embarcações estão paradas por falta de abastecimento de óleo diesel. Nas lojas de consertos de carros era visível a ausência de veículos. Muitas escolas estaduais fecharam as portas. A greve dos professores colaborou para o clima rural que se instalou nos últimos dias em Bragança.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes