Parentes e amigos participam de missa de 7º dia de Jairo Sousa

28/06/2018

Reportagem de

 

A missa do sétimo dia de falecimento do radialista Jairo Sousa aconteceu na capela lateral da Igreja Nossa senhora do Perpetuo Socorro em Bragança na noite desta quarta-feira, 27.

 

Celebrada pelos padres Raimundo Silvio e Osmar, teve participação de alguns amigos e familiares de Jairo Sousa.

 

Um dos filhos de Jairo é coroinha da igreja. Jairo José Sousa Junior, de 18 anos, acredita que além da justiça divina, quer que os culpados pela morte do pai sejam presos.

 

Célia Cabral, coordenadora do Sintepp Bragança, que via no radialista um homem de coragem, principalmente por denunciar corruptos, quer que a justiça seja feita.

 

Jairo Sousa foi morto no dia 21 de junho. Ao chegar no local de trabalho, por volta de 5h da manhã. Foi surpreendido com dois tiros pelas costas. Socorrido por populares ainda foi levado ao hospital Santo Antônio com vida, mas morreu minutos depois na unidade de saúde. Antes de morrer revelou o possível atirador a um dos irmãos.

 

Por esta e outras informações, incluindo imagens de circuito interno, a Divisão de Homicídio trabalha com várias linhas de investigações, pois Jairo denunciava diversas irregularidades de políticos e empresários desde o início de sua vida profissional no rádio.

 

A policia tem ouvido testemunhas e eventuais suspeitos para que o caso seja elucidado.

 

Pessoas mais próximas do radialista afirmam que falta muito pouco para a Policia apresentar os culpados, e que até semana que vem, os responsáveis pelo assassinato podem ser apresentados.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes