Índice de violência contra a mulher cresce em Bragança

15/08/2018

Reportagem de

 

Segundo um levantamento feito pelo G1, cerca de doze mulheres são mortas por dia no Brasil, os dados foram consultados, levando em conta os números registrados pelos estados relativos ao ano passado, quando 4473 homicídios ocorreram, destes, 946 foram feminicídios.

 

O termo feminicídio é aparentemente novo, mas a prática é antiga. Há tempos, diversas mulheres por todo o país sofrem violência de algum tipo, muitas registram os fatos, amparadas na Lei Maria da Penha, outras deixam de lado, mal sabem que o que pode começar apenas com intimidações e ofensas, pode terminar tragicamente com a morte da vítima.

 

Na sociedade existe um ditado popular, “em briga de marido e mulher não se mete a colher”, mas para a delegada Luciana Tunes, essa ideia deve ser evitada por pessoas que testemunhem cenas de violência.

 

A delegada ainda ressaltou que diante de alguma suspeita de violência contra a mulher, qualquer pessoa pode efetuar a denuncia à polícia.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes