Posto de atendimento do Bradesco é arrombando, duas pessoas foram mantidas reféns

30/08/2018

Reportagem de

 

No mínimo duas pessoas participaram do arrombamento de um caixa eletrônico de um posto de atendimento do Bradesco, que funciona no interior da prefeitura municipal de Bragança, no bairro do Riozinho.

 

Os criminosos renderam um policial da reserva que mora na casa ao lado do prédio da prefeitura quando chegava em sua residência, por volta de 11h da noite desta quarta-feira, 29.

 

Na prefeitura havia movimentação. O vigia do espaço e outros colegas que trabalham no entorno, assistiam uma partida de futebol pela televisão. Ao terminar o jogo se dispersaram e foi ai que os criminosos agiram.

 

No muro do policial rendido, os bandidos fizeram um buraco. Entraram e também fizeram refém o vigia da prefeitura. Amarrados foram colocados num banheiro.

 

Enquanto isso os criminosos faziam o trabalho. Palavras como “Cristiano Rosa” e “Um milhão”, foram ouvidas pelos reféns, que podem estar relacionadas ao nome de uma escola no bairro Vila Sinhá e ao valor, respectivamente.

 

No local foram encontrados cilindros de gás, extintor de incêndio, lonas que poderiam ser usadas para conter a luz emitida pelo maçarico.

 

Apenas um caixa eletrônico foi arrombado. Não há informações do quanto foi levado. Na fuga, os criminosos usaram o carro do policial da reservada, que foi abandonado em um bairro da cidade.

 

Os reféns só foram liberados por volta de 6h30, com a chegada dos primeiros funcionários da prefeitura.

 

A Policia Civil e a perícia criminal isolaram o posto de atendimento. Câmeras de circuito interno de uma casa poderá ajudar na identificação dos criminosos.

 

Na prefeitura não há sistema de monitoramento, nem no posto de atendimento do banco.

 

Os vigias já temiam que isso pudesse acontecer, já que a unidade bancária foi implantada no local considerado zona vermelha, sem proteção.

 

Além do Posto de Atendimento, a sala da secretaria de finanças foi arrombada. Informações apontam, que equipamentos como computadores e monitores também foram subtraídos.

 

A secretária de Finanças, Tatyana Rodrigues, em entrevista disse que a prefeitura está tomando todas providências. E confirmou as informações que a sala de finanças também foi alvo da quadrilha.

 

Para que a Polícia pudesse fazer seu trabalho, Tatyana afirmou que os atendimentos da prefeitura desta quinta, 30, foram suspensos.

 

O vigia de plantão e o policial já foram ouvidos na unidade integrada de policias de Bragança. Até agora, não há um posicionamento da gerencia do Bradesco e nem pista dos criminosos.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes