Latrocínio: após ter a moto roubada, batedor de açaí é morto no interior de Bragança

20/09/2018

Reportagem de

 

O crime aconteceu por volta das 13 horas dessa quarta-feira, em um ramal que liga a comunidade do Caratateua ao Treme.

 

Segundo informações de populares, a vítima era um morador da área.

 Pedro da Costa Lisboa tinha 56 anos e trabalhava com a venda de açaí. Ele voltava do trabalho quando tudo aconteceu.

 

No meio do caminho, a vítima foi surpreendida e o que era pra ser um assalto, acabou com a morte do batedor de açaí.

 

O caso gerou repercussão na área e chocou a todos da comunidade. O local onde o corpo estava ficou tomado de populares que foram ver de perto o que havia acontecido.

 

Seu Francisco, um dos irmãos da vítima, contou para nossa reportagem, que a família estranhou a demora de Pedro para chegar em casa, com isso, alguns familiares foram atrás do batedor, o que jamais imaginavam é que o achariam morto, caído na estrada.

 

Ao se deparem com o corpo do pai, as duas filhas do trabalhador ficaram inconformadas.

 

Pedro Lisboa era bem quisto na localidade onde morava, São Bento, ramal bem próximo à Vila do Treme.

 

De acordo com informações, além de levarem a moto do trabalhador, outros pertencentes também teriam sido roubados, entre eles, uma suposta arma, que o trabalhador carregava quando voltava de suas vendas.

 

No local do crime, o isopor com alguns litros de açaí foram deixados, bem como um chapéu e uma camisa, que provavelmente pertencem a um dos envolvidos no crime.

 

A polícia Civil de Bragança foi acionada e deve investigar o caso, que se trata de latrocínio, roubo seguido de morte.

 

O assassinato de Pedro é o terceiro registrado na região bragantina, em menos de 24 horas. Com essa morte, sobe para cinco o número de homicídios cometidos  esta semana.

 

Na área a revolta é grande entre os populares, familiares e amigos da vítima pedem e cobram que a justiça seja feita.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes