Em votação extraordinária Câmara aprova lei orçamentária com correções

28/12/2018

Reportagem de

 

A sessão extraordinária aconteceu nesta sexta-feira, 28, para a votação da lei orçamentária para 2019, proposta pelo executivo de Bragança, a presença do público foi mínima.

 

A proposta passou por correção, dentre elas uma por Renato Oliveira, outra por Rivaldo Miranda e por último, uma pela comissão de orçamento da Câmara. Apenas as emendas da comissão foram aprovadas por votação. Necessitando de uma sessão exclusiva para votação final.

 

O parecer favorável da comissão foi colocado em discussão na sessão de hoje e aprovado por maioria de votos.

A proposta de orçamento da prefeitura tiraria investimentos da educação e saúde, priorizando pastas como Infraestrutura, Meio Ambiente e Cultura e Desportos.

 

Com a correção da comissão de orçamento da Câmara, este quadro foi investido.

 

Para a pasta da saúde era proposto pela prefeitura o valor de R$ 37.870.012,05, com a revisão da comissão ficou para R$ 40.490.000,00. Um acréscimo de R$ 2.619.987,95.

 

Para o fundo de educação a prefeitura propôs R$ 25.243.339,75, a correção da comissão elevou o valor para R$ 30.900.000,00, um acréscimo de R$ 5.656.660,25.

 

A orçamento da Cultura e Desportos apresentado pela prefeitura era de *R$ 7.446.850,00*, passando para R$ 6.030.000,00. Um total de R$ 1.436.850,00.

 

A Infraestrutura de R$ 32.861.142,20 para R$ 30.178.923,80, diminuição de R$ 2.682.218,20.

 

A Secretaria de Meio Ambiente de R$ 9.147.580,00 proposto pela prefeitura para R$ 4.990.000,00. Uma redução de R$ 4.157.580,00.

 

No mais, a reunião extraordinária se configurou de duas formas, agradecimentos e cobranças.

 

No final, alguns vereadores manifestaram mensagem aos seus eleitores e firmaram compromissos para o ano de 2019.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes