Mais de 50% de estudantes do Cursinho Popular Paulo Freire são aprovados em vestibulares

12/02/2019

Reportagem de

 

Centenas de jovens e adolescentes procuraram a Universidade Federal do Pará, campus Bragança, na última semana para garantir sua vaga no cursinho popular Paulo Freire.

 

Promovido por um grupo de professores e universitários voluntários, a cada edição o cursinho tem ganhado amplo reconhecimento em aprovação de vestibulares.

 

Entre 2017 a 2018, dos 50 alunos que finalizaram a etapa, 27 foram aprovados em vestibulares. De 2018 a 2019, dos 40 que concluíram, 17 foram aprovados.

 

São por essas e outras razões que a cada ano o cursinho Popular Paulo Freire ganha reconhecimento e os principais beneficiados são pessoas em situação de vulnerabilidade social e de baixa renda, que estudam ou estudaram em escolas públicas.

 

Vitória Silva, de 16 anos, vai se preparar para enfrentar seu primeiro vestibular e escolheu o cursinho Paulo Freire por conta da referência.

 

Conteúdo e cidadania são as apostas do cursinho que mantém uma média de aprovação em mais de 50%, como afirma Érison Duarte, coordenador do Cursinho.

 

Para garantir a vaga bastava 1kg de alimento não perecível. Todo produto arrecadado será convertido em doação.

 

Desde quando foi fundado em 2007 por um grupo de professores e universitários, o cursinho popular Paulo Freire já oportunizou mais de 840 alunos.

 

Para a edição de 2019, 26 professores fazem parte da grade de ensino.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes