Com galeria destruída, erosão se forma na Dom Pedro II e moradores são prejudicados

15/03/2019

Reportagem de

 

Grande parte da galeria da Dom Pedro II, no bairro do Samaumapara, está destruída, mas não é de agora. Gestões assistiram sua ruina e não fizeram nada e hoje a situação é bem mais grave.

 

Por ela passa grande fluxo de água. E em tempos chuvosos este fluxo é bem maior, como mostram estas as imagens feitas por moradores.

 

O grande volume rompeu as paredes, e como consequência, a passagem da água ficou obstruída, causando alagamentos na região.

 

Os entulhos permaneceram durante muito tempo até a prefeitura encaminhar uma patrol para desobstrução.

Só que todo o material ficou as margens da galeria, possibilitando o retorno dele para a vala.

 

Outro fator agravante é a erosão. Sem parede, a galeria está sendo surrada pela corrente de água e o chão está cedendo.

 

Mais em baixo, na rua próxima, novos vestígios de destruição e a ausência de serviço público acontece na rua Navegantes Sousa. Os moradores improvisam pequenas pontes, porque a pequena vala virou um grande buraco. A erosão está destruindo a rua.

 

Falta de manutenção em vias é a rotina dos moradores que sofrem entre a Navegantes Sousa e a Dom Pedro II.

Esta moradora que preferiu não se identificar relata o problema.

 

Procurada, a assessoria de comunicação da prefeitura ainda não se manifestou sobre o assunto.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes