Terreno abandonado da Cosanpa e lixo na rua tiram o sossego de moradores do Centro

18/03/2019

Reportagem de

 

O terreno está localizado no centro de Bragança entre a Travessa João XXIII e Dr. Roberto. Antigamente, a caixa d’água do local era um dos pontos de distribuição de água da Cosanpa para município, mas está há anos desativada. E desde então, a situação do ambiente é de abandono.

 

Em uma das partes do muro o mato de tão grande que tá já invadiu a área externa.

O local é perfeito para esconderijo de marginais, para prostituição e proliferação de animais que transmitem doenças.

 

O escritor Ribamar Oliveira, que é morador da Dr. Roberto, descreve como é ser vizinho do problema.

 

O problema não se resume a parte interna do terreno. Do lado de fora é bem mais complicado, porque mexe com educação ambiental, e isto passa longe de muita gente. O lixo que se acumula nas calçadas resume a consciência de muitos moradores que não estão nem aí pra limpeza da rua.

 

Segundo Ribamar, a coleta de lixo da prefeitura acontece normalmente. Porém, os moradores ‘sujões’ insistem em jogar os resíduos fora do horário da coleta, propiciando a sujeira do local.

 

Conforme informações, a coleta ocorre em três dias: segunda, quarta e sexta.

 

Nossa equipe de reportagem procurou o escritório da Cosanpa no município. Segundo a gerência, até sexta o terreno receberá limpeza.

 

Também procuramos a secretaria municipal do meio ambiente. Através de ligação falamos com o secretário Lauro Cordeiro.

 

Segundo Lauro, embora haja o código de postura, ainda não existe lei específica para penalizar os infratores. Mas que tem trabalhado na elaboração de política pública de educação ambiental para sensibilizar a população. Que busca uma forma de tonar a multa algo concreto e para isso, estuda mecanismo de denúncia, como por exemplo, um “0800”.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes