Treme tem pontos intransitáveis por causa da chuva

28/03/2019

Reportagem de

 

Atoleiros e trechos inundados, assim ficou a estrada do Treme, interior de Bragança, após as fortes chuvas que caíram nos últimos dois dias.

 

As enxurradas abriram valas. Ramais firam destruídos. Rios transbordaram.

 

O pequeno rio da comunidade de São Domingos se transformou num gigante afetando a comunidade.

 

Com elevado nível de água da chuva, o rio transbordou e chegou atingir a estrada, impedindo o tráfego normal. A correnteza surrou as tubulações do pequeno córrego ocasionando erosão nas cabeceiras. Inclusive, uma destas tubulações foi carregada pela correnteza.

 

A força da água que passa pelos tubos é de assustar. Josivan Alves nunca tinha visto o fenômeno chegar a esse nível.

 

Mais a frente, na comunidade de Aciteua, o grande atoleiro impede a travessia de veículos por causa do solo que ficou fofo. Os passageiros do ônibus foram obrigados a descer.

 

Homens, mulheres, jovens, idosos, tiveram que ir a pé até próxima condução, há mais de 1 km dali. Pior para quem precisou carregar mercadorias pesadas.

 

Há informações de que outros trechos, a altura das comunidades de Quatro Bocas e Eldorado estão intransitáveis. Nossa equipe não conseguiu chegar lá.

 

A prefeitura de Bragança informou que enviou máquinas para os locais para fazer manutenção.

 

Antes do período chuvoso, um requerimento sinalizava para manutenção da via, como terraplanagem, iluminação pública e sinalização, de autoria do vereador Rivaldo Miranda. Segundo o legislador os serviços além de melhora a qualidade de vida dos moradores, evitaria problemas maiores ocasionados pelas chuvas.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes