Infiltrações e problemas elétricos obrigam isolamento de áreas de escola Bolívar Bordallo

11/04/2019

Reportagem de

 

Desde quando foi fundada em 1974, a escola estadual Bolívar Bordallo da Silva só recebeu pequenos reparos, algumas ampliações e adaptações. Tirando isso, nunca recebeu uma reforma geral. Com a falta de investimentos, o prédio sofre as consequências do tempo, visível principalmente na estrutura de telhado e na instalação elétrica.

 

As fortes chuvas só agravam a situação. Parte do refeitório foi diretamente afetada. Alguns suportes de madeira do telhado cederam afetando inclusive as colunas de concreto. Como medida de segurança, a área foi isolada.

 

As infiltrações atingiram salas de aulas do segundo piso. Três em condições mais graves foram interditadas. As turmas tiveram que ser remanejadas.

 

No mesmo andar, o auditório também está prejudicado. Nem a sala dos professores se livrou das infiltrações.

 

Na copa, os servidores tem que se esquivar das goteiras, não diferente são os alunos na hora de pegar a merenda, isto quando chove.

 

Segundo Irani Araújo, diretora da escola, desde 2016 a instituição encaminhou inúmeros ofícios a secretaria de estado de educação, Seduc, informando o estado do prédio, mas não tem obtido respostas práticas, como reforma, por exemplo.

 

Entendo os agravantes, de imediato Irani Araújo solicitou a visita de Bombeiros e Defesa Civil. Que descartaram a possibilidade desabamento, mas por medida de segurança isolou as áreas afetadas.

 

A gestora tem mantido diálogo com as famílias dos alunos, deixando-as a par dos acontecimentos.

 

Ainda na semana passada, a instituição recebeu a visita técnica da Seduc para avaliar a estrutura do prédio.

 

A nossa equipe de reportagem procurou a diretora da 1ª Unidade de Regional de Educação. Em entrevista, Karina Quadros disse que está tomando todas as providências possíveis. E destacou a visita técnica de engenheiros da Seduc no último final de semana.

 

Embora os acontecimentos persistam com as fortes chuvas, as atividades da instituição seguem ininterrupta.

 

Bolivar Bordallo da Silva é uma escola de grande porte, uma das principais da região, no ensino fundamental, médio e integral. Atualmente recebe um público de 1090 alunos.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes