Pipas causam mais de 40 interrupções de energia elétrica por dia no Pará, afirma a Celpa.

10/07/2019

Reportagem de

 

Empinar pipas no mês de Julho já se tornou uma das  brincadeiras mais escolhidas por crianças e jovens neste período de férias escolares. Não é preciso ir muito longe para encontrar em cada esquina garotos com linhas nas mãos e olhos atentos para o alto. Mas não é de hoje, que muita gente sabe que a brincadeira divertida para uns, pode trazer danos e transtornos à outros, isso por que, na maioria das vezes, as pipas são empinadas em área proibidas, dentro da cidade em meio ao movimento de veículos e pedestres e sobretudo próximo as fiações de energia elétrica, um perigo silencioso que pode até ser fatal.

 

Na última semana a concessionária de energia elétrica do Pará, a Celpa, apresentou indicadores preocupantes em relação a prática de soltar pipas em áreas urbanas; Já foram cerca de 240 casos de falta de eergia por causa dos papagaios só em Belém. Os números também são chamativos em cidades do interior como Bragança, onde por dia, cerca de 30 ocorrências do problema são registrados.

 

Com as interrupções, várias localidades ficam sem a distribuição de energia ao mesmo tempo, como residências, escolas, comércios e até hospitais.

 

Como maneira de prevenir acidentes, a Celpa realiza manutenções com uso de espaçadores nos cabos de rede, para que eles não encostem quando as pipas ficam engatadas nos fios. Mas, sempre é importante a supervisão dos pais, quando os filhos resolverem empinar as pipas.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes