Moradores do residencial João Alves da Mota vivem desespero com incêndio criminoso

01/10/2019

Reportagem de

 

As imagens foram feitas por um cinegrafista amador.

 

O fogo consumiu grande parte da vegetação do terreno do aeroporto de Bragança, ao lado do residencial João Alves da Mota, na Vila Sinhá, por volta de 13h deste domingo, 29.

 

O vento forte e a vegetação seca possibilitaram com que as chamas se espalhassem rapidamente.

 

A fumaça tomou de conta do residencial deixando os moradores desesperados.

 

Os autores do crime ainda não foram identificados, porém há informação de que sejam usuários de drogas, como afirma Agnaldo Santos, presidente da associação dos moradores do residencial.

 

Sem saber o que fazer Agnaldo chegou a acionar o Corpo de Bombeiros, sem sucesso.

 

 

Segundo o presidente, as chamas cessaram naturalmente.

 

Agnaldo descreve como como ficaram as casas após o incêndio.

Please reload

Em Destaque

Matéria reúne participação de legisladores da base aliada ao governo de Bragança

25/10/2019

1/10
Please reload

Recentes